Dion

ESTE AÍ É O DION! ACREDITE, PARA EVITAR PREJUÍZOS, VOCÊ PRECISA LER O QUE ELE ESCREVEU!

Você acredita em coincidências?

Dias depois de publicar um post sobre adulteração de KM… eis que a gente recebe um e-mail muito interessante aqui no Comprovenet.

Eu definitivamente não acredito em coincidências. E você?

De qualquer forma, alguns dias depois de publicar um post sobre adulteração de KM, a gente recebeu aqui no Comprovenet um e-mail do Dion Diogo! Veja o que esse consumidor pra lá de inteligente e precavido tem para te dizer:

Boa noite,

Basicamente estava e ainda estou procurando um Honda CITY usado, como fui recomendado por amigos que já compraram carro no mesmo shopping, fui pessoalmente no (por questões éticas, retiramos o nome do shopping e seu endereço, mas ele fica na cidade de São Paulo – SP).

Já estava pesquisando este carro a um bom tempo, e está muito difícil de achar um negócio que valesse realmente a pena (custo vs benefício), então, cheguei até a loja  (também não vamos expor a loja, nossa ideia é apenas alertar o consumidor e, acredite, a prática de adulteração de KM não é “privilégio” de um ou dois lojistas) conversei com o Sr. (o vendedor também não é o mais relevante, mas agradecemos ao Dion por nos passar todos os dados por e-mail) e o mesmo me apresentou um carro com as características exatas que eu estava procurando.

HONDA CITY EX AUTOMATICO – COMPLETO – COR PRETA

ANO: 2010

MODELO: 2010

VALOR R$43.900

 Fui no pátio ver pessoalmente o carro, verifiquei a parte de lataria, motor, conservação interna, pneus novíssimos (bem que a gente disse que o Dion era um consumidor inteligente e informado!), aparentemente tudo estava perfeito, chequei o odômetro do veículo e estava exatamente como o vendedor havia dito 55.000 quilômetros rodados.

 Cheguei até a dar uma volta com o carro dentro do estacionamento, pois, estava realmente disposto a ficar com o veículo.

Negócio fechado! Deixei um sinal de R$ 500,00 com o vendedor e na segunda-feira voltaria na loja para buscar o veículo.

 Fui pra casa com uma cópia do documento do carro em mãos, e por muita sorte, em sites de buscas, achei o site do COMPROVENET, a fim de puxar um histórico da vida do veículo que estava prestes a adquirir.

 Para a minha surpresa e decepção, quando analisava o DOSSIÊ COMPLETO do veículo, me deparei com o tópico HISTÓRICO DE KM que indicava o último registro em 15/10/201396.324 Quilômetros rodados.

 Voltei no dia seguinte para a loja, não precisou de muita conversa, após mostrar uma cópia do DOSSIÊ COMPLETO o vendedor não questionou muito, e todo atrapalhado e com os olhos arregalados me devolveu o dinheiro (em espécie é claro).

Foi esta a minha experiência com o COMPROVENET, agora que conheço o sistema, utilizarei antes de fechar os próximos negócios.

 Abraços

Dion Diogo Mar”

GRANDE DION!

E ainda tem gente que diz que eu não avisei…

Graças a Deus, outros preferem se prevenir.

Grande abraço da galera do Comprovenet para o Dion Diogo. Nosso mais novo amigo.

Ah! Para que não fiquem dúvidas quanto à veracidade das informações, segue uma imagem do print do e-mail!

E-mail Dion

Infelizmente, a prática, nada ética e honesta, de adulterar o KM para valorizar o veículo usado é cada vez mais comum no mercado de carros usados e seminovos. Com eu sei disso? Pelo número cada vez maior de casos que nós encontramos nas consultas do Comprovenet. Casos como o do Dion. Eu aproveitei, inclusive, para apresentar alguns exemplos reais no post anterior.

Por falar nisso, nosso amigo Michelangelo (também do post anterior) acaba de fazer um baita acordo com o vendedor que tentou enganá-lo! Digamos que ele ganhou mais do que o dobro do valor do carro que ele havia comprado. Só para constar!

Graças ao Comprovenet, você já sabe que, se o carro usado, alguma vez, já passou por uma vistoria para contratação de seguro, o KM registrado na vistoria (ou vistorias) pode estar muito bem guardado em nosso banco de dados. Então, se você quiser verificar uma adulteração de KM, basta fazer como o Dion, faça uma consulta do Dossiê Comprovenet. Simples assim.

É por isso que eu não me canso de dizer que alguns riscos (e prejuízos!) são absolutamente desnecessários.

Na maioria das situações de mercado, comprar menos e levar mais não é nada mau! Agora, no caso de carros usados, comprar menos KM e levar mais não é nada agradável.

E eu não vou parar por aqui! Digamos que você não quer sair por aí fazendo consultas para todos os carros usados que você pretende comprar (ainda que, pelo preço reduzido do Dossiê, isso não fosse nada absurdo…), é importante que você saiba que o próprio carro pode te apresentar alguns indícios de adulteração de KM.

Pistas importantes! Que eu vou te apresentar no próximo post, certo?

Enquanto isso, deixe aí o seu comentário! Vamos trocar uma ideia. Afinal, a informação é sempre a melhor arma para acabar com os prejuízos! Me conta as suas experiências, tira suas dúvidas, compartilha as informações com seus amigos… enfim… COMENTA aí!

Abraços.

Amilton Quintela


3 Responses so far.


  1. Alfredo Garcia disse:

    Vejam que absurdo, estava em uma loja de automoveis aqui em São Vicente, e vi, quando chegou um gol G5, e eu curiosamentolhei o hodometro (80.000)km, este veiculo foi lavar e higienizar, passei na loja para ver o carro, pasmem, estava com (55.000). em dois dias.Abraço

    • admin disse:

      Alfredo, meu caro!

      Muito obrigado pelo comentário.

      Situações como a que você relatou são muito mais comuns do que nós gostaríamos. E o consumidor desinformado vai acumulando prejuízos e desgastes.

      Bem vindo ao clube do consumo moderno e consciente.

      Grande abraço.
      Amilton Quintela – Comprovenet

  2. […] Nem todos os carros apresentam características físicas compatíveis com os números registrados no seu hodômetro, como foi o caso do Honda City do nosso amigo Dion (você não viu o depoimento no post anterior? Recomendo dar uma olhada: Quem mexeu no meu KM? De novo?). […]

Leave a Reply